4 formas de ganhar dinheiro viajando

Muito mais que apenas fazer bicos, é necessário ter um negócio sustentável, ganhar dinheiro enquanto viaja é um modo de vida, é ser nômade digital.  Uma coisa é ser turista, outra coisa é se incorporar ao local, às pessoas, à cultura e à maneira de viver por onde se passa.

Estamos vivendo a melhor época da história da humanidade, em diversos aspectos, mas o principal deles é a possibilidade de trabalhar e conseguir ter uma vida plena usando a internet e tecnologia.

Hoje é uma realidade para muitas pessoas, que estão deixando de lado o modelo de trabalho que consome a maior parte das horas do nosso dia. Perder tempo no trânsito, passar horas em um escritório, gastar com combustível, estacionamento, stress, aaaah, isso tudo é passado.

Se você não percebeu ainda esse movimento, é preciso abrir os olhos para a revolução global do trabalho, ela está aí e é cada vez maior. É possível ter uma vida fantástica e aproveitar ao máximo tudo que ela oferece. Aquilo que foi ensinado a você desde o começo da sua vida está mudando.

Internet não é só rede social e gifs de gatinhos, ela é o meio de colocar todo o seu pontencial para um número infinito de possibilidades.


Você passa a semana esperando pela sexta feira? Agradece pelo fim do expediente? Não vê a hora das férias para viajar para algum lugar? Talvez seja a hora de rever o seu modelo de trabalho e buscar algo que traga a paz e a satisfação que você deseja e merece ter.

Adoro falar sobre esse assunto, mas esse artigo ficaria imenso. Vamos ao que interessa.

Vou abordar aqui apenas as formas de se consequir ganhar dinheiro levando em consideração a liberdade de tempo e a liberdade geográfica de forma sustentável.

1 – Freelancer

ganhar dinheiro

Boa parte do trabalho realizado nas empresas hoje é feito em um escritório, através de um computador. Plim! Já é meio caminho andado para você conseguir a sua liberdade. Existem inúmeras ferramentas para automatizar e facilitar o trabalho de um nômade digital.

Se o seu trabalho pode ser realizado de qualquer lugar, apenas com conexão de internet e um computador, então não há motivo para continuar indo ao trabalho. Uma dica é verificar se é possível na sua empresa ter o trabalho de “home office”. Caso contrário a sugestão é que você troque de emprego para um que permita que você tenha flexibilidade.

Se o seu trabalho só pode ser realizado na empresa então é hora de procurar alternativas. Dentre algumas possibilidades estão:

  • Webdesigner
  • Programador
  • Suporte técnico (ajudar pessoas com problemas em computadores)
  • Vender fotografias (caso seja fotógrafo)
  • Tradutor
  • Escritor (para revistas online, blogs)
  • Dar aulas de idiomas (via skype)
  • Coach, consultoria de marketing.
  • Invente o seu trabalho (sim, tem muita gente ganhando dinheiro com Whatsapp, criando grupos sobre determinados assuntos e cobrando mensalidade dos usuários)

 

Alguns trabalhos podem ser combinados, como o de jornalista, que também pode vender fotos, escrever para blogs ou dar aulas. O importante é unir todas as suas habilidades e oferecer seu trabalho pela internet. Há diversas plataformas, como a Workana.com, em que oportunidades não faltam.

 

2 – Venda de produtos físicos na internet

safe_image-22

Segundo a E-bit, o comério eletrônico no brasil continua crescendo mesmo na crise, crescendo mais de 20% ao ano. Gerando mais de 40 bilhões de reais de faturamento em vendas. Quase a metade dos acessos às lojas online é feito pelo celular e ano passado o número de lojas virtuais aumentou mais de 42%.

É aí que entra o Dropshipping, uma modalidade de comércio que não há necessidade de estoque. Sim, essa é a vantagem em relação aos outros modelos de comércio online. O sistema funciona basicamente assim:

Você cria uma loja virtual e cadastra os produtos, o cliente visita o seu site e faz a compra, você recebe o pagamento e faz o pedido para o fornecedor, o fornecedor faz a entrega na casa do cliente, você fica com a sua parte na transação.

Em nenhum momento você manteve estoque do produto, fez envio de produto, teve que lidar com logística ou coisa parecida como no comércio eletrônico comum. Procure no Mercado Livre, alguns vendedores fazem basicamente esse tipo de transação.

Essa modalidade de negócio faz com que você possa escalar e ter a liberdade que deseja. A vantagem disso é que você compra por um preço muito mais barato e pode vender com até mais de 100% de lucro na
revenda, sem ter um único produto em estoque, tudo pela internet.

[addw2p name=”neoma”]

 

3 – Mercado de Infoprodutos

safe_image-20

Um Infoproduto é um produto de informação. O principal objetivo é fornecer um aprendizado ao cliente. Em outras palavras, um produto digital resolve um problema ou ajuda uma pessoa que está com um determinado problema.

Por exemplo: uma pessoa que quer emagrecer sem sair de casa. Ela adquire um curso em vídeo aulas de pilates que ensina como emagrecer com treinos de alta intensidade, que podem ser feitos em casa, apenas seguindo as instruções do vídeo.

Ou então, pessoas interessadas em aprender a tocar um novo instrumento, um curso de idiomas para pessoas que querem aprender novas línguas, um produto que ensina adestrar cães, um produto que ensina como importador produtos e pagar menos, etc.

Você possui algum conhecimento de que as pessoas precisem? Ou conhece alguem que tenha e possam criar o produto juntas? Que tal criar um ebook ou vídeo aulas com um passo a passo para reformar sua casa sem dor de cabeça? As possibilidades são infinitas.

Dentre os formatos de infoprodutos estão:

  • E-books
  • Vídeo-aulas/Palestras
  • Screencasts (vídeos gravados apenas na tela do seu computador)
  • Audiobooks
  • Podcasts
  • Programas para Membros
  • Kits (a união de alguns dos itens acima)

Após a confecção do seu produto digital o próximo passo é vender. Existem diversas plataformas que automatizam boa parte do trabalho. Como a Hotmart, Eduzz, Monetizze aqui no Brasil, e a ClickBank a nível global.

Essas plataformas possuem sistema de pagamento, àrea de membros e suporte. Seu único trabalho é colocar o seu produto lá e começar a vender. O cliente entra no site, faz a compra, ela faz o recebimento do pagamento e a entrega, recebe uma pequena porcentagem e você recebe sua parte. Simples assim.

Todo mundo tem algum conhecimento que pode ser passado para outra pessoa. Por exemplo, sabe aquele seu amigo que adora carros esportivos? Vive postando fotos e está em todos os eventos relacionados a esse assunto? Com certeza, se um dia você quiser comprar um carro esportivo, ele será a primeira pessoa com quem você vai conversar.

Esse é um dos melhores modelos de negócio online hoje, pela lucratividade, escalabilidade e pelo baixíssimo custo de produção em comparação á outros modelos.

4 – Marketing de Afiliados

safe_image-23 safe_image-22

Esse é o meu preferido para quem está começando no mercado digital. Custo de implantação zero e facilidade de começar. O afiliado é a pessoa que está entre o criador do produto e o cliente. Lembra dos infoprodutos que eu falei lá em cima? Então, no marketing de afiliados você se posiciona entre o criador desse infoproduto e a pessoa que precisa resolver um problema ou precisa de ajuda.

Ou seja, você é um AFILIADO. O papel do afiliado é indicar a solução para um determinado problema de sua audiência. Ele não é um simples vendedor, ele é a ponte entre uma dor e o alívio daquela pessoa. Ser um afiliado é transformar vidas e ser bem pago por isso, mesmo que você nunca tenha produzido nada.

No mercado digital de infoprodutos, as comissões para cada venda variam entre 30% e 50%, alguns produtos podem ter até 70% de comissão e podem custar até R$25.000,00 reais. Mas calma, o ticket médio de um infoproduto que está entre os mais vendidos hoje é de R$300 a R$500 reais.

Mas ganhar entre R$100,00 e R$200,00 reais em cada venda já é um bom começo não acha? A plataforma também cuida dessa divisão, o produtor decide quanto pagar para o afiliado. Assim que o cliente faz a compra, a plataforma já faz a divisão e cada um leva a sua parte. Existem mais de 50 mil produtos cadastrados somente no Hotmart.

Além do marketing de afiliado de infoprodutos, existem o de produtos físicos também. Plataformas como Amazon.com, Lomadee, Zanox, entre outros oferecem sistemas de afiliados para produtos comprados no dia a dia como TVs, geladeiras, eletrônicos e qualquer coisa comprada na internet hoje.

Você com certeza já deve ter comprado algum produto na internet por meio de um link de um afiliado que fez um post patrocinado no Facebook ou no Google. E quando o anúncio fica perseguindo você em todos os sites que você visita?

Tem grandes chances de um afiliado ter criado, através de remarketing, esses anúncios que “perseguem”, e ele recebeu uma pequena comissão nessa venda. Com produtos físicos é um pouco diferente, o valor do comissionamento é bem menor do que no mercado de infoprodutos e as regras também mudam muito.

[addw2p name=”neoma”]

 

Faça a sua primeira venda

safe_image-18

Pare e pense um pouco: você tem algum amigo ou familiar que precisa de alguma ajuda específica? Aquela pessoa que vive reclamando de algo para você e nunca consegue resolver. Talvez não esteja conseguindo emagrecer ou não consegue vender o carro. Ou ainda, esteja precisando passar em um concurso e não conseguiu. Está passando por dificuldades de concentração e falta de produtividade.

Todos esses produtos e milhares de outros existem nessas plataformas apenas esperando alguem para oferecer a quem precisa.

Faça seu cadastro no Hotmart ou na Eduzz. Dê uma olhada nos produtos, assista aos vídeos. Veja se tem alguma solução para ela e ofereça a essa pessoa. Diga que talvez tenha encontrado a solução que ela precisava.

É importante que seja um interesse sincero no problema que a pessoa está enfrentando e que você realmente acredite no que está oferecendo. Ser afiliado é ser uma ponte entre um problema e uma solução e não simplesmente vender algo.

Essa é uma dica muito simples e básica, existem diversas formas de divulgar um produto como afiliado. Mas antes de sair por ai espalhando links, lembre-se que quem faz SPAM é banido pelos produtores e até pela plataforma se for muito grave.

A melhor forma hoje de se vender como afiliado é ter uma audiência, pode ser em blog, canal no Youtube, perfil no twitter… não importa, com uma audiência engajada, você consegue ter resultados consistentes com o marketing de afiliados.

Além disso, você pode comprar espaços e posts em blogs, links patrocinados no Facebook e Google. A questão principal é encontrar esses possíveis compradores, entender qual o problema e a melhor forma de solucioná-lo. Essa forma de trabalho é do afiliado profissional, em breve falarei mais sobre isso.

Entender a dor, o problema da sua audiência, é fundamental para ter sucesso nessa empreitada. Você é o verdadeiro conselheiro das pessoas, elas te perguntarão o que fazer e você pode recomendar a solução ideal.

Em uma próxima oportunidade, falaremos sobre como criar uma audiência conectada e engajada com você. Isso é uma pequena parte de todo um universo do mercado digital. O mercado está apenas engatinhando no Brasil. Lá fora já está bem mais maduro.

safe_image-19

O ponto crucial que gostaria de deixar é que, com a tecnologia e a internet, você pode criar o seu trabalho perfeito. Só não caia na armadilha de começar algo e não ir até o final. Tenha a coragem necessária para fazer acontecer, eu te garanto, se for até o final vai dar certo.

Acredito que ter uma vida plena é fazer aquilo que se ama com pessoas que gostaria de estar, sempre que quiser. É poder sentir um arrepio na pele toda vez que faz aquilo que te inspira. É compartilhar suas habilidades e se sentir útil nessa nossa pequena jornada pela vida.

Meu sonho sempre foi viajar pelo mundo, mas não passava de um simples desejo, até decidir jogar tudo pro alto e ir em busca daquilo que sempre quis. Quando você quer algo de verdade, só sonhar não adianta, você precisa traçar um plano, colocar no papel todas as suas ações e executar. Vai cometer erros? Claro que vai, mas faz parte do processo de crescimento.

Viajar é o que me faz feliz e nada vai me deter, e você, o que ama fazer? Já está indo atrás? Como posso ajudar? Se você gostou do assunto e acha que pode ajudar alguem com isso, compartilhe ou deixe um comentário, isso vai me ajudar a escrever mais conteúdo sobre o assunto.

*todas as imagens retiradas do ShutterStock.

Nômades Digitais: descubra 7 estratégias avançadas que eles usam para ter mais liberdade

Hilton Júnior

Apaixonado por tecnologia e viagens, pós-graduado em análise de sistemas, resolveu largar a carreira em tecnologia e buscar o seu sonho de viajar o mundo. Let's Go!

Website: http://outrojogo.com.br